O Núcleo de Estudos em Ambiente, Território e Sistemas Agroalimentares (NEATS) reúne pesquisadores no estudo das interações sociotecnicoambientais que conectam ou desconectam os territórios a redes de participação politica, de produção e conhecimento.

O Núcleo está vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais  – PPGCS/UFRRJ  e tem três linhas de pesquisa:

Ambiente, Território e Redes de Participação Política;

Plantas Medicinais e Agroeocologia;

Relações Humanos, Animais e Sistemas Agroalimentares;

Território, Paisagem e Patrimônio.

A formação do NEATS tem origem no Projeto Profito, um programa orientado à pesquisa, cooperação e apoio ao uso, manejo e comercialização de plantas medicinais em sistemas agroalimentares na zona oeste.

A complexidade trazida pelo tema das plantas medicinais reuniu pesquisadores da área da Biologia, Farmácia, Agronomia, Ciências Sociais, Pedagogia e Direito, dando dimensão interdisciplinar ao projeto. Inicialmente implantado pelo laboratório de Biodiversidade do NGBS/Farmanguinhos em 2006, o Profito mobilizou e capacitou agricultores para o plantio, manejo e identificação das plantas medicinais.  Hoje articula esta instituição à  UFRRJ  e conta com a parceria das associações de agricultores do Maciço da Pedra Branca e organizações voltadas à defesa da agricultura na cidade, à agroecologia e à segurança alimentar e nutricional.

Fazendo jus a sua origem, o Núcleo de Estudos utiliza metodologias participativas, na busca da horizontalidade dos saberes que possibilita a construção social do conhecimento. Entendemos que não há hierarquia das formas de conhecimento e sim uma constante interlocução na produção do novo. Outro compromisso assumido pelo NEATS é com a comunicação pública da ciência, muitas vezes chamada de divulgação ou popularização científica. Especialmente nas áreas do conhecimento transversais às políticas de plantas medicinais há um acúmulo de pesquisas ainda não suficientemente divulgadas. A circulação desses achados em formato e linguagem adequada aos cidadãos é uma das condições para a efetiva participação nas políticas públicas incidentes no território em questão.

 

 

Compartilhe

Comentários